Festa das Candeias aquece economia em Juazeiro do Norte-CE

Economia aquecida e fortalecimento do comércio. Estes são os principais resultados advindos da romaria de Nossa Senhora das Candeias, que acontece neste município a partir de hoje até o próximo sábado, 2 de fevereiro. A festa é responsável pela vinda estimada, nos cinco dias, de pelo menos 250 mil romeiros à terra do Padre Cícero.

Esta é a terceira grande romaria do ano, em quantidade de pessoas, depois da que ocorre durante a festa da padroeira, Nossa Senhora das Dores, em setembro, e Dia de Finados, no mês de novembro.

Para o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL) de Juazeiro do Norte, Michel Araújo, este é um momento de grande importância para manter a rotatividade da economia local. Grande parte da mobilização acontece principalmente com o setor de pequenos vendedores, o que chega a representar em torno de 95% da economia informal mais fortalecida. Ele diz não ter um parâmetro exato sobre o crescimento percentual das vendas. Mas isto é verificado, principalmente, em setores como confecções, calçados e artigos mais acessíveis às classes populares.

Também empresário, no setor de informática, ele avalia que, ao menos em seu segmentos, não há um retorno imediato, com a passagem em cinco dias da multidão de fiéis. Porém, com certeza, as pessoas de outros setores que lucraram nesse momento, estarão com maior poder de comprar. “Isso gera uma rotatividade na economia local, de grande importância, principalmente numa fase pós-natalina, em que o comércio fica menos aquecido por conta dos gastos no fim de ano, e das despesas escolares com o início das aulas”, afirma o empresário.

Em algumas ruas da cidade, nos local de maior aglomeração de romeiros, são instaladas as barracas para comercialização informal. Na área da Praça do Socorro, a mobilização dos comerciantes iniciou desde a semana passada.

Isto também é verificado em outras áreas, como ao lado da Basílica e na Rua São José, além da área nas proximidades do Santuário dos Franciscanos.

Ordenamento

Uma das preocupação da Secretaria de Meio Ambiente da cidade é quanto ao disciplinamento dos vendedores. A maioria se instala nos dias que antecedem a festa e grande parte vem de outros Estados, como a Paraíba e Pernambuco. São mais de 3 mil vendedores informais que circulam nos próximos dias. O secretário de Cultura e Romaria, Wellington Costa, afirma que uma das grandes preocupações está relacionada à segurança e a não exploração dos romeiros pelos comerciantes, principalmente nos ranchos e pousadas, onde há maior reclamação dos preços abusivos.

O trabalho nesse sentido tem sido debatido e intensificado, entre as secretarias municipais. Mais homens da Polícia estarão à disposição para promover a segurança e minimizar os assaltos. De acordo com o secretário, serão mais de 300 homens da Guarda Municipal, Polícia Militar e Departamento Municipal de Trânsito (Demutran) realizando um serviço continuado durante os próximos dias.

A abertura da festa acontece oficialmente a partir das 19 horas desta terça-feira, com missa campal na Praça do Romeiro, em frente à Basílica de Nossa Senhora das Dores, e show do chapéu em seguida.

Haverá uma programação com missas durante todos os dias nas igrejas principais, a exemplo da Basílica e Santuário Franciscano, onde também acontece a abertura dos festejos nesta terça-feira, além dos mutirões de confissões.

Na Capela do Socorro, onde estão os restos mortais do Padre Cícero, acontecem visitações durante todo o dia.

Capacitação

Este ano, uma das prioridades é a formação dos principais agentes envolvidos com os festejos. Estão acontecendo cursos de capacitação por etapas. O intuito é promover um tratamento mais humanizado do romeiro na cidade. O projeto vem sendo desenvolvido por meio da Fundação Memorial Padre Cícero. Foram capacitadas cerca de 200 pessoas, inicialmente, ligadas aos setores de segurança.

O plano de ação da romaria foi lançado cerca de 15 dias antes de começar a festa. É a Operação Romeiro, com a integração de vários setores na organização e atendimento ao visitantes, envolvendo desde o poder público, por meio das secretarias, até a Igreja Católica e entidades do segmento logista.

Este ano, há um envolvimento de mais de mil pessoas, que prestarão atendimentos na área também da saúde, nos postos de recepção aos primeiros socorros improvisados em locais estratégicos e de maior movimentação.

Mais informações

Secretaria de Cultura e Romaria de Juazeiro do Norte
Rua Santo Agostinho, S/N
Centro – Cariri
(88) 3512.3380/ 3511. 1999

Fonte: Diário do Nordeste

Print Friendly
Pinterest